Portal das Escolas


Loading
Notícias » Ver Notícia
« Voltar

Campanha  O que não acaba no lixo acaba no mar

03-07-2017
Fonte: Fundação Oceano Azul
Guardar e Partilhar Guardar e Partilhar

O que não acaba no lixo acaba no mar 
A Fundação Oceano Azul e o Oceanário de Lisboa, em parceria com a Olá, lançam campanha com o mote «O que não acaba no lixo acaba no mar».

Esta é a primeira campanha publicitária da Fundação Oceano Azul, que, através da sua missão de contribuir para a sustentabilidade do planeta do ponto de vista do oceano, amplifica a importância da participação de cada um na redução do lixo que chega ao mar e às praias diariamente.

Foi desenhada para informar sobre a importância de colocar o lixo no sítio adequado e para consciencializar as pessoas sobre o impacto negativo dos seus comportamentos.

A poluição por plásticos é uma das maiores ameaças do oceano global. Mais de 8 milhões de toneladas de plástico chegam ao oceano anualmente, o equivalente a despejar um camião de lixo de plástico a cada minuto. Os efeitos são muito negativos para toda a vida selvagem e para os ecossistemas marinhos, com um milhão de aves marinhas e 100 mil mamíferos marinhos a morrer, todos os anos, devido à poluição por plástico.

Instituída pela Sociedade Francisco Manuel dos Santos, a Fundação Oceano Azul tem como objetivo contribuir para a sustentabilidade mundial dos oceanos, contando para isso também com a atividade do Oceanário de Lisboa.

A iniciativa visa alertar os portugueses para um dos maiores problemas ambientais do planeta: o lixo marinho, em particular a poluição por plástico. Esta é a primeira campanha publicitária da Fundação Oceano Azul, que, através da sua missão de contribuir para a sustentabilidade do planeta do ponto de vista do oceano, amplifica a importância da participação de cada um na redução do lixo que chega ao mar e às praias diariamente.

A campanha visa alterar comportamentos para salvar o oceano.

 

 


« Voltar